Agregação metrô

As empresas de telecom estão passando por mudanças rápidas, devido a onipresença do IP e a crescente flexibilidade exigida pela rede de transmissão. As necessidades dos clientes em evolução demandam cada vez mais serviços. Redes Metro devem apoiar um conjunto extremamente diversificado de serviços e necessidades do cliente e assim exigem cada vez maior escalabilidade, agilidade e resistência. Escale para atender a demanda com um custo otimizado e capacidade flexível de rede 100G.

Agregação metrô

Agregação metrô

As empresas de telecom estão passando por mudanças rápidas, devido a onipresença do IP e a crescente flexibilidade exigida pela rede de transmissão. As necessidades dos clientes em evolução demandam cada vez mais serviços. Redes Metro devem apoiar um conjunto extremamente diversificado de serviços e necessidades do cliente e assim exigem cada vez maior escalabilidade, agilidade e resistência. Escale para atender a demanda com um custo otimizado e capacidade flexível de rede 100G.
  • Por que esperar pela 5G é a estratégia de Metro errada

    As redes Metro de hoje estão evoluindo rapidamente e são um dilema para as operadoras. Pressionada pela explosão de mobilidade, as principais iniciativas para migrar para a nuvem, elevando estratosfericamente o consumo de serviços de banda larga, e com a promessa da 5G no horizonte, a maioria das operadoras está tentando decidir entre investir agora para atender hoje demanda ou esperar para investir na 5G. Então, qual é a melhor estratégia? Saiba mais aqui.

  • Tempo de repensar a atualização da rede do metrô?

    Nos últimos anos, temos visto uma grande mudança nas redes Metro, conduzido por: 1) onipresença do IP, 2) demanda de vídeo e, 3) conversão dos serviços para a nuvem. No entanto, até agora, além de um movimento para apoiar um pacote maior de recursos, as redes metro permanecem relativamente estáveis e a 10G continua a ser a opção no anel ou arquiteturas de hub e spoke. É hora de renovar? Saiba aqui.

  • Uma corrida para chegar por último?

    Prestadores de serviços precisam evoluir e rápido ou correm o risco de se tornarem parte da conectividade 'fim da linha' em um mercado cada vez mais comoditizado e em constante mudança. No entanto, a rede Metro poderia fornecer salvação! Graças a uma profusão perfeita de tendências de mercado, prestadores de serviços têm duas opções: 1) fazer nada e correr o risco da comoditização ou 2) equipar-se e começar a agregar valor.  Saiba mais em nosso mais recente blog da série.

Seguir Contato
  • twitter
  • facebook
  • linkedin
  • youtube
Entre em contato conosco
fechar